Dicas de casa: Lavanderia - Dicas, Aprenda Como fazer, Tutorial e Livros.

Tutomania - Dicas, Aprenda Como fazer, Tutorial...

Login:
Senha:
Salvar |  Cadastre-se

 

Home | Arquivo | Envio | Jogos Online | Política de Privacidade | Contato

Casa e Propriedade / Geral

Dicas de casa: Lavanderia


DOCUMENTO:


ESTATÍSTICAS:

Comentários: 0 (Comentar)
Nota: (Dar Nota)
Valor: 10 crédito(s)
Enviado por: marciobmmorais (2069)
Publicado em: 25/08/07 21:41hs.

LINKS PATROCINADOS:

DOCUMENTO:

Evite que os tecidos soltem tinta, acrescentando duas ou três colheres de chá de sal à água dos ciclos de lavagem e enxágüe.


Os cadarços não se perderão durante a lavagem se você passar primeiro pelas casas dos botões e amarrar suas extremidades.


Reduza a eletricidade estática dos tecidos sintéticos ou das cortinas, acrescentando algumas gotas de vinagre à água de enxaguar.


As manchas de suor sairão da roupa se ela for mergulhada em água com sal antes da lavagem.


Para lavar roupas mais delicadas na máquina de lavar, coloque-as numa fronha, feche com fio plástico, e lave junto com o resto.


Utilize sabão de coco em pedra e seco, para limpar colarinhos e punhos das camisas, antes de por na máquina.


Quando acontecer de cair muito sabão em pó na máquina de lavar, coloque um pouco de sal, para reduzir a espuma.


Para alguns tipos de manchas nas roupas, utilizar sabonete branco sobre a mancha para sumir ou suavizar.


Sedas
Não podem sujar-se em demasia, senão seus filamentos se rompem.
Alguns artigos de seda podem ser lavados com água e sabão, outros só a seco.
Para saber se a peça vai desbotar numa lavagem tradicional, faça o seguinte teste: umedeça uma pequena ponta do artigo em água fria e coloque essa ponta em um tecido branco. Passe com ferro elétrico morno e, se o tecido branco não apresentar resíduo de cor da seda, vá em frente e use e use apenas água morna, com sabão ou detergente neutro.
Não use máquina de lavar ou secar para este tecido.
Após a lavagem, enxágüe bem, envolva a peça numa toalha de banho para retirar o excesso de água e facilitar a secagem, que deve ser à sombra. Passe a ferro pelo lado do avesso, enquanto o pano estiver levemente úmido.
Nunca friccione um tecido de seda para retirar manchas.
Só para lembrar: não ferva, não deixe de molho e não use alvejante ou água de lavadeira.
As sedas naturais ou artificiais, devem ser lavadas com muito cuidado. Se forem coloridas, verificar primeiramente se as cores são firmes.
Para isso molhe uma extremidade da fazenda, apertando-a bem várias vezes dentro da água; se a tinta soltar-se a roupa não poderá ficar de molho e deverá ser ensaboada e enxaguada rapidamente para que não fique manchada. Na última água colocar um pouco de vinagre e secar à sombra.
Se for de cor firme, acrescentar à última água uma a duas colherinhas (chá) de açúcar. Enrole a peça numa toalha limpa, bem apertada, e passe a ferro ainda úmida.
Shantung, tafetá, chiffon, brocado, georgette e organza, assim como tecidos de seda, devem ser obrigatoriamente lavados a seco.
Ao costurar um tecido de seda use alfinetes e agulhas bastante finos - os normais podem deixar furos nos tecidos. Para costurar use linhas de seda.


Creme de enxaguar para o cabelo, agregada na água de enxágüe, evitará os efeitos de estática nos tecidos sintéticos.


Roupa branca de seda ficará mais branca agregando no último enxágüe uma colher de sopa de água oxigenada de 20 volumes por litro de água.


Toalhas ficarão mais limpas se colocar na água de enxágüe uma colher de bicarbonato.


Quando cozinhar espinafres, guarde a água de fervura e quando esta estiver fria, lave os suéteres de Jersey de cor negra. Ficará um brilho sensacional.


Quando sua máquina de lavar começar a mostrar as primeiras deficiências, aqueles defeitinhos chatos que não comportam chamar alguém especializado para consertar, experimente esta dica: coloque-a em movimento com uns quatro litros de vinagre em vez de roupas. O vinagre vai limpar todos os resíduos de sabão ou de sujeira que se acumulam nos cantinhos mais escondidos e que podem ser a causa do mau funcionamento do aparelho. Você verá como a eficiência da máquina melhorará


Meias-calça:
1 - Enxaguar sempre com amaciante de roupas, porque lubrifica e alas se tornam mais duráveis.
2 - Para recuperar a forma, enxágüe numa bacia de água morna com 3 colheres de sopa de vinagre.
3 - Para durar mais tempo, molhe-as e congele-as. Depois de congeladas, descongele-as e coloque-as para secar ao sol.


Cortinas brancas:
Para que recuperem a brancura, agregue à água da lavagem 3 partes de levedura.


Substitua o amaciante por meio copo de vinagre ou um quarto de copo de bicarbonato de sódio durante o enxágüe.


Como dobrar lençol de elástico
1. Vire o lençol do avesso. Encaixe cada uma das mãos em duas das extremidades com elástico. Junte as mãos e coloque uma extremidade dentro da outra, alinhando os elásticos. Isso vai formar uma espécie de bolso.
2. Mantenha uma mão dentro desse bolso e, com a mão livre, traga as outras duas extremidades do lençol. Ajeite cada uma sobre o bolso.
 3. Mantenha os elásticos alinhados. Coloque o lençol sobre uma superfície lisa, com os elásticos virados para cima.
4. Esconda o elástico: dobre uma das laterais com elástico em direção ao meio e depois cubra-a com a lateral oposta, que não tem elástico.
5. Dobre o retângulo formado ao meio quantas vezes quiser até ficar do tamanho que se deseja.

Meias:
As meias de nylon ou de helanca não são lavadas em água quente e nem torcidas; tira-se o excesso de água, enrolando-as numa toalhinha felpuda; depois, deixar secar em lugar fresco, porém nunca ao sol.
Passe em água todas as vezes que forem usadas.
Para maior resistência das meias de nylon, antes de serem usadas, molhe-as e coloque-as num saquinho plástico, levando ao congelador por algumas horas, ou uma noite. Retire-as então, deixe descongelar e pendure para secar à sombra.
Também se conservarão quando lavadas numa mistura de água e vinagre. Espremer nem torcer, apenas pressionando-as com uma toalha felpuda.
Meias de Seda - Para sua maior duração, enxágüe as meias de seda em água com um pouquinho de sal.
Meias-Calças - Recomenda-se lavar as meias-calças à mão, em água morna e sabão neutro, enxaguar e enrolar em uma toalha, deixando secar em temperatura ambiente. E não usar, na lavagem, produtos à base de cloro ou amaciante, que danificam a composição dos fios (sintéticos).


Algodão Branco - Para clarear roupas brancas que ficaram amareladas ou encardidas, sem ter que usar água sanitária experimente um destes processos:
1) Numa água de anil, misture uma parte de terebintina e três de álcool, ou uma grama de sal de amônia.
2) Molhar primeiramente a roupa, e depois colocar na seguinte solução: 1 colher de amônia, 1 de terebintina ou aguarrás, e 200 gramas de sabão em pó (dissolvido em água fervente); acrescente água fria, misture tudo e deixe a roupa assim de molho por 4 horas. Depois enxaguar.
3) Ferver a roupa, colocando na água da fervura suco de limão.
4) As roupas brancas ficarão mais bonitas se mergulharmos um saquinho contendo cascas de ovos esmagadas, na água em que forem ensaboadas.
5) Lave a peça com sabão de côco liquido e no enxágüe coloque um balde de água pura com uns dois dedos de álcool liquido e de uma esfregada novamente na peça.
Colaboração da dica 5 - Gislene Galan


Com vinagre branco você poderá tirar as marcas das bainhas. Molhe com uma esponja, embebida com bastante vinagre, a peça que você deseja. Depois, passe com ferro morno.


Aprenda como deixar limpinha suas roupas:
Cambraia - Lavar em água quente com "fel de boi", e depois com água fria aromatizada para tirar seu odor. Não torcer, apenas apertar com as mãos.
Camisas - Se os punhos e golas estão encardidos, antes de serem lavadas esfregar as partes manchadas com um pedaço de sabão de coco enxuto. Deixe assim ficar por alguns minutos. Mergulhe então as camisas, de uma só vez, na água com detergente e termine de lavá-las normalmente.
Fraldas - Para desencardi-las, sem usar amônia ou água sanitária, coloque-as, logo após o uso, dentro de um balde esmaltado, contendo água com bicarbonato. Depois lavar normalmente.
As fraldas devem ser fervidas de vez em quando.
Lenços - Água salgada é ótima para lavar lenços de nariz, de pescoço ou de cabeça. Basta deixá-los de molho nesta água durante uma hora, antes de enxaguar.
Para clareá-los, mergulhe também em água fria, onde foi dissolvida uma colher (chá) de cremor de tártaro, para cada litro de água.
Os lenços de nariz não precisam ser passados a ferro, se forem esticados, logo após a lavagem, sobre os azulejos do banheiro.
Linho Branco - Usar os mesmos processos da roupa branca, podendo também ser lavado em água quente onde se juntou um pouco de bórax pulverizado e uma colher de essência de terebintina.
Estampados - Os tecidos não descoram e não mancham, juntando-se à última água de enxaguar, sal e vinagre.
Se o tecido listrado ou estampado de fundo branco manchou ou desbotou, quando posto para secar, deve ser levado à água novamente, enxaguando-se várias vezes acrescentando-se à última água (pouca) três colheres (sopa) de vinagre. Em seguida, apertar bem o tecido entre dois panos secos, secar á sombra e passar a ferro enquanto estiver ainda úmido.
Azul e Vermelho - Ficam como novos se após lavados, passarmos numa solução fraca de água com soda.
Bordados de Cor - Lavam-se com água e sabão branco, e na última água juntar um pouco de vinagre.
Verde e Vermelho - A chita ou o algodãozinho estampados nessas cores, desbotam facilmente; coloque então na água um pouco de limão, vinagre ou ácido nítrico.
Tecido Preto - Os tecidos pretos não perdem a cor nem encolhem, se após a lavagem ficarem de molho por alguns minutos numa água com sal ou potassa.
Para a roupa preta que foi lavada não ficar sem vida nem perder o seu tom negro, basta misturar à última água chá forte de folhas de trigo, ou, numa água de anil bem forte; deixe a roupa repousar nessas águas por alguns segundos, e depois estenda à sombra (fazer de preferência à noite).
Toalhas de Banho - Ficam sempre macias, se enxugadas em água com um pouco de vinagre e não forem passadas a ferro.
Para tirar o cheiro de mofo dessas toalhas e das de mesa, dos panos de copa ou dos guardanapos, devido à umidade dos armários, basta fervê-los numa solução de bicarbonato de sódio, na proporção de duas colherinhas (café) para um litro de água.
Flanela e Lã - Lavam-se em água morna, juntando-se à última água, uma colher de glicerina ou amoníaco, para permanecerem macias. Não torcer e deixar secar à sombra.
Os tecidos de lã de cores delicadas, lavam-se facilmente, mergulhando-os numa água, onde tenha sido fervida uma colher de farinha de trigo, deixando nela repousar até que a solução esfrie. Depois, enxaguar em água pura.
Ao lavar os tecidos e roupas de lã, não se deve torcer, apenas espremer. Se for de cor, ponha um pouquinho de vinagre à última água; se for branca, um pouco de água oxigenada.
Para limpar, use apenas uma escova umedecida em álcool.
As manchas de gordura sobre tecidos de lã, saem facilmente com uma solução de água bem salgada e amoníaco.
Malhas/Caxemira - Lavam-se essas peças, colocando-as em água morna suficiente para cobri-las, misturando uma colher (sopa) de bicarbonato. No momento de enxaguar, repetir a operação.
Crochê/Tricô - Lavar somente à mão, secar somente na posição horizontal, guardar dobrado e nunca pendurar. Lavar em água morna com sabão em pó ou de coco, misturando um pouco de amoníaco.
Se forem brancos, uma colher de água oxigenada para cada litro d'água, na última enxaguada.
Para os crochês em linha de cor bege clara, enxugar na última água com chá preto frio, para conservar sua cor natural.
Para as brancas de tricô, enxaguar em água com algumas gotas de tinta de escrever; ficarão branquinhas.
Em ambos os casos, assim como todas as malhas, devem ser apenas espremidas, nunca torcidas, e secadas à sombra.


As roupas encolhidas de tricô, voltam ao normal, deixando-as de molho em água e sabão onde se juntou:
1 colher de álcool;
1 colher de terebintina;
3 colheres de amoníaco.
Todas as colheres são de sopa. Depois é só enxaguar.


Para retirar os fiapos e as bolinhas que se formam nas malhas de lã, é enrolar uma fita colante na mão e nos dedos com o lado colante para fora. Passar diversas vezes sobre a malha até que pareça nova.


Roupa com Zíper
Feche o zíper de suas roupas antes de lavá-las, só assim eles vão continuar abrindo e fechando bem por muito tempo.


Sintéticos - As roupas de fibras sintéticas, retêm o odor da transpiração, mesmo depois de lavadas. Para evitar que isso aconteça, basta deixá-las de molho na hora de se enxaguar (isto é, depois de limpas) numa solução de água com uma colher (sopa) de bicarbonato.


Não marque as sujeiras na roupa, só passe as roupas bem limpas, pois o calor fixa qualquer sujeira, ficando difícil removê-la depois.


Para não correr o risco de perder algum botão de sua roupa nova, passe uma camada de esmalte incolor bem no centro de cada botão. O esmalte criará uma película sobre a costura e o firmará no lugar.


Se o cheiro de suor ficar impregnado na roupa mesmo depois de lavada, siga essa dica. Coloque algumas gotas de limão numa panela de água e deixe fervendo. Quando a água estiver bem quente, tire a panela do fogo e coloque a roupa de molho por alguns minutos. Cuidado com o tecido da roupa, pois se ele for muito fino essa dica pode estragá-lo.


Engomar roupa
1) Prepare um mingau com 2 litros de água e 2 colheres polvilho doce.
Mergulhe as peças nesse mingau e deixe escorrer no varal.
Passe o ferro quente com o tecido ainda úmido.
2) Cozinhe os grãos de arroz em muita água. Quando estiver cozido e a água grossinha, escorra numa peneira. A água peneirada é a goma do arroz, borrife sobre a roupa na hora em que estiver passando. Ah, aproveite o arroz cozido para fazer uns bolinhos ou arroz-doce.


Realçar cores: Antigamente, era comum as donas-de-casa lavarem chita com água e sal para fixar a cor. Hoje as cores dos tecidos já vêm fixadas, podendo os mesmos irem para a máquina de lavar sem problemas. Entretanto, o sal torna mais clara as cortinas laváveis e os tapetes de fibra.

VEJA TAMBÉM:

COMENTÁRIOS:

Este documento não possui comentários. Prestigie quem o enviou e comente.

Comentar:

Título:
Autor:   Anônimo (Efetue login para comentar identificado)
Comentário:    

OPÇÕES

ENTRE COM SEU LOGIN E SENHA

Olá visitante! Para interagir com este documento, você precisa estar logado.

Login:
Senha:  
Salvar Dados  |  Cadastre-se!

O cadastro é gratis! É muito fácil e rápido fazer o seu cadastro.

Home | Termos de Uso | Sobre o Tutomania | Publicidade | Contato
2005 - 2013 ® Tutomania.