Tubarão: Os predadores do Oceano - Dicas, Aprenda Como fazer, Tutorial e Livros.

Tutomania - Dicas, Aprenda Como fazer, Tutorial...

Login:
Senha:
Salvar |  Cadastre-se

 

Home | Arquivo | Envio | Jogos Online | Política de Privacidade | Contato

Animais

Tubarão: Os predadores do Oceano

Esse artigo falará sobre os 10 mais perigosos tubarões oceânicos.


DOCUMENTO:


ESTATÍSTICAS:

Comentários: 0 (Comentar)
Nota: (Dar Nota)
Valor: 10 crédito(s)
Enviado por: pedala robinho (1)
Publicado em: 18/01/06 14:11hs.

LINKS PATROCINADOS:

DOCUMENTO:

1º:
Nome: Tubarão Cabeça-Chata
Nome Científico: Carcharhinus leucas
Comprimento: Até 3,5 metros.
Peso: 225 quilos.
Dieta: Principalmente peixes, incluindo outros tubarões. Foram notificados casos de tubarões cabeça-chata alimentando-se de tartarugas, golfinhos, pássaros marinhos e até cães.
Habitat: Não são encontrados apenas na água salgada do mar, mas também em água doce.
Reprodução: São vivíparos e nascem cerca de 13 filhotes após uma gestação de 1 ano. Os filhotes já nascem com 70 cm de comprimento e podem viver aproximadamente 14 anos.

O tubarão cabeça-chata é chamado assim pelo seu aspecto corpulento e reputação agressiva. É um dos tubarões de grande porte mais comuns. Embora seja uma espécie marinha, ele é conhecido por sua predileção pela água doce, sendo muitas vezes encontrado em rios e estuários, e chegando a aparecer até em alguns lagos na América Central. Eles já foram encontrados a mais de 3.000 km do delta de alguns rios, incluindo o Amazonas e o Mississipi.
Os tubarões cabeça-chata consomem principalmente peixe, incluindo outros tubarões, mas podem atacar os humanos ? suspeita-se que eles já estiveram envolvidos em muitos casos fatais. Devido às suas incursões em rios e portos, eles são mais propensos a ter contato com os humanos do que muitas outras espécies perigosas de tubarões, sendo considerados um grande perigo em muitas partes do mundo.

2º:
Nome: Tubarão Branco
Nome Científico: Carcharadon carcharias
Comprimento: Até 8 metros.
Peso: 2 toneladas.
Dieta: Alimenta-se de animais com bastante gordura, que é abundante nas focas, leões e elefantes marinhos. É possível que o tubarão branco, muitas vezes, se engane ao ver surfistas deitados na prancha, remando com as mãos. Vistos do leito do mar, por onde o caçador avança, eles ficam parecidos com leões marinhos.
Habitat: O tubarão branco é um peixe de águas tropicais, pois gosta do frio. Foi verificado nos últimos anos que ele circula principalmente em regiões próximas das correntes frias e temperadas do planeta.
Reprodução: São ovíparos e geram de 2 a 14 filhotes completamente formados que podem chegar a 1,5 metro de comprimento. Como todos os Tubarões, a fertilização dos ovos ocorre na fêmea. Os ovos chocam com a fêmea. Eles têm que saber se defender sozinhos mesmo antes de nascer, logo após nascer eles nadam para longe da mãe.

Ele também é muito curioso, e às vezes morde para satisfazer a curiosidade. O tubarão branco é capaz de projetar a boca para fora da face, aumentando o tamanho da mordida para perto de um metro e meio, quase o suficiente para engolir um homem em pé. Possui um sexto sentido, a chamada eletrorrecepção, por meio da qual detecta minúsculos campos elétricos gerados pelo organismo dos outros animais. Eles podem sentir um campo elétrico até 20.000 vezes menores que 1 volt, equivalente ao da batida do coração de um peixe. Outro orgão sensorial muito importante é o olfato, capaz de perceber uma gota de sangue numa piscina. Sua velocidade chega até 40km/h.

3º:
Nome: Tubarão Azul
Nome Científico: Prionace glauca
Comprimento: Até 4 metros.
Dieta: Lulas e pequenos peixes com espinhas.
Habitat: Águas tropicais e temperadas de mundo inteiro, principalmente em mar aberto.
Reprodução: São vivíparos. Após uma gestação de cerca de um ano nascem de 4 a 135 filhotes. O número de filhotes cresce proporcionalmente ao tamanho da mãe, ou seja, quanto mais velha a mãe mais filhotes ela era. Fêmeas atingem a idade madura com 5 anos de idade. Entre 20 e 50 crias por ninhada.

O Tubarão azul possui esse nome devido a sua cor azul. Possui grandes olhos, uma longa nadadeira peitoral e cresce até 4 metros. Vive no mar aberto e raramente é encontrado perto da costa ou dos humanos. Eles viajam milhares de milhas por ano, alimentam-se de lula e pequenos peixes em qualquer lugar desde a superfície até 450 metros de profundidade. Possuem a pele lisa e seu corpo pequeno faz com que ele tenha um nado gracioso. Seus dentes são pontudos e serrados. Estão entre os mais comuns e melhores distribuídos, sendo normalmente vistos no alto-mar, e em certas ocasiões, em águas costeiras. Eles são famosos pela sua capacidade migratória. Há conhecimento de alguns exemplares que nadaram milhares de quilômetros entre dois continentes em apenas alguns meses. Eles são considerados os menores tubarões entre os ditos "Grandes Tubarões".

4º:
Nome: Tubarão Mako
Nome Científico: Isurus oxyrinchus
Comprimento: Geralmente, 2 metros. Porém, crescem até 4.
Peso: 570 quilos.
Dieta: Atum, pequenos e grandes peixes, inclusive comem tubarões de várias espécies, como o tubarão azul e tubarão martelo. Apesar de sua aparência de mau, ainda não existe registro de ataques a humanos e sua periculosidade é questionada.
Habitat: São encontrados em mares tropicais e temperados, raramente em temperaturas menores que 16ºC, inclusive são encontrados no sul do Brasil e nas Ilhas do Hawai.
Reprodução: Ovovivíparos. Entre 5 e 10 crias por ninhada. Há conhecimento de crias de tubarões mako mais desenvolvidas que se alimentam de outros embriões no interior do útero da fêmea.

O tubarão Mako é o mais veloz de todas as espécies existentes de tubarão, e entre os peixes, só perde para o atum, em velocidade. Sua velocidade média é de 88km/h. O Tubarão Mako é o 5º mais perigoso para o Homem, devido à sua agilidade e velocidade.

5º:
Nome: Tubarão Tigre
Nome Científico: Galeocerdo cuvier
Comprimento: Mais de 5 metros.
Peso: 700 quilos.
Dieta:
ele é omnívaro (come de tudo) come peixes, tartarugas marinhas, caranguejos, moluscos, mamíferos, pássaros que vivem perto do mar, répteis, outros tubarões e qualquer coisa mais que achar.
Habitat: Em águas temperadas e tropicais do mundo inteiro, exceto no Mediterrâneo. Encontrado com freqüência em águas profundas no mar aberto.
Reprodução: Ovovivíparos. As fêmeas têm entre 30 e 50 crias.

Muito perigosos como o próprio nome sugere, os tubarões-tigres são reconhecidos pela sua natureza agressiva e incríveis habilidades predatórias. Chamados assim pela sua pele listrada, os tubarões-tigres são de longe o maior membro da sua família mais próxima.
Encontrados com freqüência em águas tropicais de baixa profundidade, os tubarões-tigres se sentem à vontade em estuários lamacentos ou em oceanos temperados, onde caçam tudo o que é comestível ou não; já foram encontrados no estômago de tubarões-tigres garrafas de plástico, placas de carros, pneus, garrafas de vinho e latas vazias. Seus impressionantes dentes afiados são usados com freqüência para arrancar pedaços de presas muito maiores que eles, incluindo carcaças de baleias e de outros animais marinhos; sendo famosos pela sua capacidade de comer criaturas resistentes, como as tartarugas.
O tubarão-tigre só perde para o tubarão-branco no que se refere ao registro de números de ataques a humanos. Seu enorme tamanho, natureza curiosa e hábitos de alimentação incertos o tornam um adversário perigoso, tendo já sido responsável por muitos ataques
fatais.

6ª:
Nome:
Tubarão Cinzento dos Recifes
Nome científico:
Carcharhinus amblyrhynchos
Comprimento
: Tem um tamanho máximo de 2,55 metros.
Peso: ?
Dieta: Peixes do recife, moluscos e artrópodes.
Habitat: É muito comum no oceano Índico (Madagascar, Seychelles e Maldivas) e no Pacífico central (Tailândia, Austrália, Filipinas, Indonésia, Arquipélago Tuamoto e Taiti). Vive em zonas costeiras e pelágicas, junto a recifes ou perto das áreas que fazem fronteira com a plataforma continental e as fossas abissais, a profundidades máximas de 280m. É uma espécie com muita atividade social, nadando em conjunto com os seus semelhantes a grandes velocidades. Tem grande interesse pelo que lhe é estranho, investigando mesmo sem estímulo alimentar, como por exemplo, mergulhadores a entrar na água num calmo Domingo de Verão. Apesar de serem ativos durante o dia, são de maior atividades durante a noite podendo também permanecer imóveis no fundo por muito tempo.
Reprodução: É um animal vivíparo, com 1 a 6 descendentes e períodos de gestação de cerca de 12 meses. A maturação dos machos é quando atingem os 130cm e a das fêmeas quando atingem 120cm.

É um tubarão de médio porte. Tem uma coloração cinzenta na zona dorsal e branca na dorsal. A primeira barbatana dorsal é totalmente cinzenta, a margem posterior da barbatana caudal revela uma linha negra e as restantes barbatanas apresentam, por vezes, manchas negras.

7ª:
Nome:
Tubarão Areia
Nome científico:
Carcharhinus plumbeus
Comprimento: As espécies Sul Africanas mais maduras podem chegar aos 130cm; as espécies Mediterrânicas atingem 248 cm; as espécies Americanas variam entre os 130 a 200cm.
Peso: Pode pesar entre 45-90 quilos na maturidade, mas a média situa-se entre os 50 quilos para os machos e os 68 quilos para as fêmeas.
Dieta:
Os Tubarões-Areia alimentam-se principalmente de pequenos peixes, moluscos e crustáceos: enguias, raias, polvos, lulas, chocos, bivalves, camarões e caranguejos.
Habitat:
Os Tubarões-Areia vivem em regiões costeiras e são comumente achados nas partes inferior de bocas de rio, estuários, baías e outro dentro das regiões perto das areias. Eles também são achados próximos a ilhas, e lugares rasos. Esses tubarões raramente nadam fundo e são achados em profundidades de 60 e 200 metros embora eles sejam normalmente achados nas águas mais rasas entre 100 metros.
Reprodução:
As fêmeas dão à luz mais ou menos nove filhotes no verão, a cada dois anos, depois de um período de gestação de um ano. Os juvenis estão normalmente em estuários e baías ao longo da costa. Os juvenis permanecem em águas pouco profundas até ao final do Outono, altura em que formam escolas e se movem para sul e posteriormente para o mar alto, só regressando nos meses de Verão.

O Tubarão-Areia é um tubarão pardo com um corpo robusto. As características principais do Tubarão-Areia são a frente proeminente da barbatana dorsal, o focinho arredondado e uma curva interdorsal. A cor do Tubarão-Areia pode alternar de azulado cinzento até castanho cinzento.
Devido à sua preferência por pequenas presas e à tendência por evitar praias e a superfície da água, o Tubarão-Areia não é uma grande ameaça para o homem. Embora o Tubarão-Areia esteja raramente associado a ataques aos humanos, o seu tamanho faz dele um perigo potencial.

8ª:
Nome:
Tubarão-martelo
Nome Científico:
Sphyrna lewini
Comprimento: Até 6 metros.
Peso: 152 quilos.
Dieta: Um cruel predador, ele come peixes, pequenos tubarões, lulas e polvos e pratica o canibalismo.
Habitat: Ele vive em costas de águas mornas ou quentes.
Reprodução: Vivíparos, gerando de 20 a 40 filhotes com aproximadamente 27 polegadas.

Tubarão-Martelo, nome comum de aproximadamente dez espécies aparentadas de tubarões que vivem em mares tropicais e temperados, sendo que apenas três espécies são consideradas perigosas ao homem . Duas grandes extensões planas e laterais da cabeça dão-lhes uma força hidrodinâmica ascensional que lhes permite girar com mais rapidez que outros tubarões. O Tubarão-Martelo é considerado perigoso para o homem devido à sua agilidade, e devido à forma achatada do crânio, ele tem um sentido de vibração mais elevado. Assim, pressentir os outros animais no seu território é mais fácil do que para um tubarão normal.

9ª:
Nome:
Tubarão-Pontas-Brancas
Nome Científico:
Carcharhinus longimanus
Comprimento: Até 4 metros.
Peso: 159 quilos.
Dieta: peixes, raias, tartarugas, aves marinhas, gastrópodes, chocos, lulas, crustáceos e restos (de animais).
Habitat: ele vive em oceanos tropicais e sub-tropicais.
Reprodução: Vivíparos, gerando de 20 a 40 filhotes com aproximadamente 27 polegadas.

Agressivo e imprevisível, o Tubarão de Pontas Brancas é considerado um dos predadores mais perigosos dos oceanos. Pode ser facilmente reconhecido pela sua ampla e redonda barbatana dorsal e, pelas barbatanas peitorais longas - as quais tem pontas brancas, dando a esta espécie o seu nome comum. Os Tubarões de Pontas Brancas são abundantes no oceano aberto, geralmente longe de terra.

10ª:
Nome: Tubarão Limão
Nome Científico:
Negaprion brevirostris
Comprimento: Até 3 metros de comprimento.
Peso: ?
Dieta: Peixes incluindo tubarões, ele se alimenta também de crustáceos e moluscos.
Habitat: Vive na superfície ou em profundidades moderadas normalmente vive em baías em docas e até em boca de rios
Reprodução: Nascem entre 30 e 18 filhotes por cria.

O Tubarão Limão é facilmente encontrado na Austrália, uma de suas principais características  são dentes pequenos e pontudos. Eles pertencem à mesma família do Tubarão Baleia logo tem a cauda bem parecida com essa espécie, o tubarão limão é de uma cor acastanhada ou amarelo. O tubarão limão possui uma segunda nadadeira dorsal e prefere habitar locais rasos junto ao fundo de areia em lagoas. O Tubarão Limão adulto costuma ser mais ativo a noite. Estudos comprovam que eles não costumam fazer grandes viagens.Adultos são tímidos aos mergulhadores, mas se ameaçados se tornam agressivos.

VEJA TAMBÉM:

COMENTÁRIOS:

Este documento não possui comentários. Prestigie quem o enviou e comente.

Comentar:

Título:
Autor:   Anônimo (Efetue login para comentar identificado)
Comentário:    

OPÇÕES

ENTRE COM SEU LOGIN E SENHA

Olá visitante! Para interagir com este documento, você precisa estar logado.

Login:
Senha:  
Salvar Dados  |  Cadastre-se!

O cadastro é gratis! É muito fácil e rápido fazer o seu cadastro.

Home | Termos de Uso | Sobre o Tutomania | Publicidade | Contato
2005 - 2013 ® Tutomania.