Como se forma um furacão? - Dicas, Aprenda Como fazer, Tutorial e Livros.

Tutomania - Dicas, Aprenda Como fazer, Tutorial...

Login:
Senha:
Salvar |  Cadastre-se

 

Home | Arquivo | Envio | Jogos Online | Política de Privacidade | Contato

Natureza

Como se forma um furacão?


DOCUMENTO:


ESTATÍSTICAS:

Comentários: 0 (Comentar)
Nota: (Dar Nota)
Valor: 10 crédito(s)
Enviado por: marciobmmorais (2069)
Publicado em: 11/09/05 14:08hs.

LINKS PATROCINADOS:

DOCUMENTO:

Como qualquer chuvinha, o furacão se forma a partir da evaporação de água para a atmosfera. Óbvio que o furacão não é uma chuvinha qualquer: é uma megatempestade, com torós que podem durar uma semana e ventos que ultrapassam os 200 km/h. A evaporação de água também ocorre em grandes proporções, numa área de centenas de quilômetros, e em condições especiais: no meio dos oceanos, em regiões de águas muito quentes e ventos calmos. Por isso, os furacões são fenômenos tipicamente tropicais. No Brasil, os cientistas achavam que era impossível ocorrer algum furacão - as águas do Atlântico Sul têm temperatura inferior aos 27 ºC necessários para gerar o fenômeno. Mas muitos pesquisadores mudaram de opinião em março do ano passado, quando a tempestade Catarina atingiu o sul do país. "Naquela época, a temperatura da água estava acima do normal, permitindo a formação do primeiro furacão brasileiro. E a estrutura do Catarina era idêntica à de um furacão", diz o meteorologista Augusto José Pereira Filho, da Universidade de São Paulo (USP). Também vale a pena esclarecer uma dúvida comum: qual a diferença entre furacão, ciclone, tufão e tornado? Furacão, ciclone e tufão são nomes diferentes para o mesmo fenômeno: na Índia e Austrália, as tempestades oceânicas são chamadas de ciclones. No Japão e na Indonésia, tufões. E na América, a denominação mais comum é furacão. Já os tornados são outra coisa. Eles se formam no continente e são muito menores - têm entre 100 e 600 metros de diâmetro - duram alguns minutos e são bem mais destruidores: seus ventos podem ultrapassar 500 km/h.



E O VENTO LEVOU...
Furacões mais arrasadores têm chuvas pesadas e rajadas de 250 km/h

FORMAÇÃO DO FURACÃO
1- Os furacões nascem no meio dos oceanos, em locais de pouco vento e águas quentes, acima de 27 °C. Nessas áreas, a evaporação é intensa: a água do mar esquenta, vira vapor e forma grandes nuvens.

É o começo do fenômeno

2- No local em que a água evapora, a pressão do ar é mais baixa do que nos arredores. Isso faz o ar se deslocar das áreas onde a pressão é maior para o centro do furacão. Esse ar vem cheio de umidade, que evapora e faz crescer o furacão

3- Em um ou dois dias o "bichão" já está gigantesco, com 500 km de diâmetro e mais ou menos 15 km de altura. Por toda a área do furacão, chove e venta muito.

As rajadas variam entre 118 km/h e 249 km/h

CRESCIMENTO DO FURACÃO

4- Por ser um enorme fenômeno atmosférico, o furacão sofre os efeitos da rotação da Terra. Ela faz o ar das áreas de alta pressão ? como o topo ?girar em um sentido, enquanto o ar da base ? onde a pressão é baixa ? gira no sentido contrário

AUGE DO FURACÃO

5- No meio da tempestade fica o chamado olho do furacão, com 20 km de diâmetro. Nessa área faz muito calor, não há nuvens e não chove. É por essa região que a água segue evaporando, alimentando o furacão

6- No oceano, os furacões avançam em regiões de água quente.

Ao atingir a terra firme ? que é mais fria e seca que o mar ? eles perdem força e se dissipam.

Mas provocam inundações, ondas de até 15 metros e ventos fortes

 

VEJA TAMBÉM:

COMENTÁRIOS:

Este documento não possui comentários. Prestigie quem o enviou e comente.

Comentar:

Título:
Autor:   Anônimo (Efetue login para comentar identificado)
Comentário:    

OPÇÕES

ENTRE COM SEU LOGIN E SENHA

Olá visitante! Para interagir com este documento, você precisa estar logado.

Login:
Senha:  
Salvar Dados  |  Cadastre-se!

O cadastro é gratis! É muito fácil e rápido fazer o seu cadastro.

Home | Termos de Uso | Sobre o Tutomania | Publicidade | Contato
2005 - 2013 ® Tutomania.