Os tipos e os males dos suplementos nutricionais - Dicas, Aprenda Como fazer, Tutorial e Livros.

Tutomania - Dicas, Aprenda Como fazer, Tutorial...

Login:
Senha:
Salvar |  Cadastre-se

 

Home | Arquivo | Envio | Jogos Online | Política de Privacidade | Contato

Saúde / Nutrição

Os tipos e os males dos suplementos nutricionais


DOCUMENTO:


ESTATÍSTICAS:

Comentários: 0 (Comentar)
Nota: (Dar Nota)
Valor: 10 crédito(s)
Enviado por: cerejinha (1164)
Publicado em: 25/02/05 18:10hs.

LINKS PATROCINADOS:

DOCUMENTO:

A cada estação do ano, um composto de suplemento nutricional vira moda. Há um para cada gosto, sempre vai ter uma opção que se encaixa, exatamente, no que você quer. Quando surgiram, há quatro décadas atrás, destinavam-se apenas às pessoas carentes de algum tipo de nutriente. Entretanto, o suplemento passou a ter sentido de complemento quando, na década de 90, difundiu-se a idéia de que doses extras de vitaminas poderiam esticar a juventude e combater doenças.

As discussões em torno dessa questão seguem alvoroçadas. Especialistas no assunto divergem: uns dizem que faz bem, outros que faz mal ou que não faz efeito algum. O fato é que tais produtos não são milagrosos e podem ter reações diferenciadas em um ou outro organismo. A polêmica é tão abrangente que se estende até o esporte de alto nível: poderia o uso dessas substâncias ser caracterizado como doping (mesmo que psicológico)?

Mas a verdade é que hoje existem tantas opções que quem acredita na eficácia de tais produtos fica perdido na hora de escolher. O ideal antes de usá-los é consultar um médico para auxiliar na eleição e dosagem do produto, mas aí vão algumas dicas para quem quer ter uma noção dos efeitos que podem causar os suplementos nutricionais:

VITAMINAS

Há 13 tipos de vitaminas. Todas elas são essenciais ao bom funcionamento do organismo e todas são encontradas nos alimentos. Entretanto, alguns médicos receitam doses extras para retardar o envelhecimento.

Elas prometem:

Proteção contra infartos e derrames, combate aos diabetes, prevenção do mal de Alzheimer, fortalecimento do sistema imunológico, manutenção do viço da pele e dos cabelos, aumento do vigor físico, controle do colesterol, proteção contra o câncer, prevenção da degeneração macular senil (doença que pode levar à cegueira).

Riscos:

O excesso de vitaminas A,D, E e K pode levar a lesões hepáticas.

Muita vitamina C pode levar à formação de pedras nos rins.

Em excesso, a vitamina A causa fadiga, letargia, desconforto abdominal, insônia e agitação.

Em demasia, a vitamina E aumenta o tempo de coagulação do sangue, o que pode comprometer o processo de cicatrização.

CARBOIDRATOS

Encontrados, sobretudo nas massas e grãos, são a principal fonte de energia do organismo.

Eles prometem:

Reposição rápida de energia

Risco:

São indicados para atletas. Pessoas que praticam atividade física leve ou moderada podem engordar.

MINERAIS

Há 25 tipos de mineral, cada um com uma função específica. Presentes na maioria dos alimentos, eles vêm sendo consumidos em cápsulas com o objetivo de retardar o envelhecimento.

Eles prometem:

Proteção contra a perda de memória, aumento do ritmo do metabolismo, prevenção de infartos e derrames, combate à osteoporose, aumento da força e resistência muscular, fortalecimento do sistema imunológico.

Riscos:

Em excesso, podem ser tóxicos. O selênio, por exemplo, pode destruir as células da pele e dos pulmões.

Assim como as vitaminas, os minerais agem uns sobre os outros. Por exemplo, o magnésio inibe a ação do cálcio e muito cálcio impede o aproveitamento de ferro, que, em grandes quantidades, intoxica o organismo.

MULTIVITAMÍNICOS

São coquetéis que misturam sais minerais e vitaminas em pequenas doses.

Eles prometem:

Manutenção da energia física e mental, aumento da concentração e do vigor mental, combate ao stress, prevenção da ansiedade e depressão.

Riscos:

Embora não ofereça riscos de intoxicação (composto por pequenas doses), não há comprovação de seus benefícios.

AMINOÁCIDOS

São as substâncias que compõem as proteínas. Os mais consumidos são os BCAA. L-carnitina e creatina são conhecidos como aminoácidos, mas são apenas produzidos a partir deles. Os BCAA fornecem energia durante o exercício físico, já a creatina funciona como combustível para os músculos e a L-carnitina facilita a entrada de gordura nas células.

Eles prometem:

Queima de gordura, aumento da massa muscular e aumento de energia.

Riscos:

Inchaços decorrentes da retenção de água, sobrecarga dos rins e fígado, ganho de peso.

VEJA TAMBÉM:

COMENTÁRIOS:

Este documento não possui comentários. Prestigie quem o enviou e comente.

Comentar:

Título:
Autor:   Anônimo (Efetue login para comentar identificado)
Comentário:    

OPÇÕES

ENTRE COM SEU LOGIN E SENHA

Olá visitante! Para interagir com este documento, você precisa estar logado.

Login:
Senha:  
Salvar Dados  |  Cadastre-se!

O cadastro é gratis! É muito fácil e rápido fazer o seu cadastro.

Home | Termos de Uso | Sobre o Tutomania | Publicidade | Contato
2005 - 2013 ® Tutomania.